sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Eco-Living: Uma árvore pedalada


Domingo passado foi inaugurada uma árvore de Natal especial. Na cidade de Puebla, no México, e sobre o lema de "Um Natal Sustentável"  foi instalada uma gigante árvore de Natal inovadora na forma como é iluminada. Com um total de 8000 LED's  alimentados pela energia cinética criada no pedal de 15 bicicletas que foram adaptadas para o efeito. 
Na roda traseira de cada uma foi acoplado um pequeno gerador capaz de fornecer potências eléctricas que oscilam entre os 100W e os 350W, que por sua vez vão carregar 2 baterias que ao estarem completas vão permitir cerca de 45 minutos de iluminação na árvore.
video



Para  que os visitantes possam completar a carga das baterias deverão pedalar as bicicletas (estacionadas) em velocidades de entre 20km/h até 30 km/h. A energia resultante desta 15 pessoas a pedalar durante 8 horas é suficiente para alimentar cerca de 60 salas com lâmpadas de 100W de potência cada.
Quando 15 bicicletas estiverem a ser pedaladas em simultâneo, uma música é tocada em redor da árvore para que seja consciencializada  a ideia de que "todos, quando unidos o desejarmos, podemos trazer benefícios ambientais e para nós próprios".

O uso de lâmpadas da tecnologia LED permite poupanças energéticas na ordem dos 50% a 90% quando comparadas com as lâmpadas tradicionais, a médio prazo.





Mais vídeos:


Com esta pequena ligação á quadra festiva (para alguns) em que já estamos, os BikeVassouraTeam apresentam a todos os BTT'istas e aos que nos acompanham os nossos sinceros votos de Festas Alegres e de um Feliz Natal !





quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Eco-Living: Uma Ciclovia no distrito da Guarda


Apresentada desta forma, estamos certos que trouxe uma curiosidade positiva e expectante ao resto do post.
Afinal de contas uma ciclovia é uma importante infraestrutura num cenário moderno de mobilidade urbana, que traz benefícios á população. É sinal ainda de sustentabilidade e boa política ambiental.
Vamos aos dados.






Esta via dedicada aos que se deslocam em bicicleta está localizada na lateral Este da estrada nacional 102 num (pequeníssimo) troço que liga a entrada Norte de Celorico da Beira á entrada Oeste da freguesia de Casas do Rio.
Os quase 1650m de pavimento avermelhado são interrompidos consecutivamente por entradas para garagens e terrenos privados, desníveis de acesso em lancis e até pela ponte que cruza o Mondego. Apresenta ainda um desnível de altitude de aproximadamente 47m.














Nesta passagem a interrupção é abrupta e apenas assinalada pelo gradeamento de protecção que impede os ciclistas mergulharem nas águas do rio. Torna-se então necessário atravessar a ponte estreita e desprotegida do tráfego automóvel. A pista ciclável volta a re-aparecer logo após a ponte e termina já depois da rotunda que controla o trânsito automóvel para a IP2, Celorico-Gare e Casas do Rio.







Medidas destas são sempre bem-vindas por parte das autarquias/governos, mas se tomarmos esta obra por terminada, concluímos que carece de uma aproximação mais profunda e atenta á utilidade e segurança para os utilizadores.


segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Giro no Pedal: Subir a Rainha, Descer o Rei e planar a Guarda


EDIT: 20-12-2011
Vídeo adicionado





O dia acordou os -2ºC com o sol a ajeitar os raios para lentamente dar ínicio ás subidas: a da temperatura, e a da Guarda. Estava uma pastelaria -Cidade Doce- á espera de uns recém habituais clientes. Os BikeVassouraTeam tinham marcado mais uma investida trialeira; e as 8h30 foi hora de reunião das tropas neste domingo. 5 Bravos tratavam da soneira e dos restos de remela ao ritmo da colher que mexia o café da manhã. Com o trilho traçado a régua e esquadro saíram convictos dos cerca de 1530 mts de acumulado de subida dispersados por 47kms... Que peito!

Xolas admira a paisagem enquanto "finge" que descansa.

Foram já tantas as vezes que rumámos aquela serra que mais parece um tabuleiro de xadrez. Fácil de entender a figura de estilo pelas mordomias de hoje: Subimos a Rainha e Descemos o Rei e só depois passámos a Guarda. Confusos? Venham daí!



sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Babe'onBike : Ho Hey! Hoooo ....



























Já sabemos... o das barbas, não tarda põe-se a caminho.
E se as renas pedalassem em vez de correr?
Pensem nisso enquanto trilham caminhos nos próximos dias.

Bom fim-de-semana!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Novidades: Anúncios Rolantes



Todos os dias somos inundados por publicidade, e mais ainda nesta época. Vemos slogans e apêlos ao consumo por onde quer que circulemos: nas paragens de autocarro, nas rotundas, no metro, nas estações de serviço e até mesmo no wc's.
Todavia há (havia) locais que pela sua natureza se mostravam resistentes  á colocação de mensagens imperativas. Especialmente se quisermos recorrer a técnicas mais iluminadas como os neóns ou animadas como nos grandes monitores de cristal líquido ou pantalhas digitais.
Afinal como colocar publicidade num objecto não estático?



A Cycloscreen Advertising é uma empresa alemã que desenvolveu algo que  transforma qualquer pasteleira de fitinhas no guiador numa Times Square sobre rodas.  Para lá do exagero figurativo, fez-se da bicicleta um apelativo suporte para publicidade em zonas geográficas até aqui menos acessíveis como são os trilhos.
Um pequeno dispositivo com led's de alta intensidade colocado nos raios da roda, alimentado a pilhas instaladas num suporte que é preso ao eixo da roda, consegue criar padrões de imagens e até mensagens escritas com varrimento lateral. 



No entanto já há mais empresas a operar no mesmo nicho de mercado. A MonkeyLectric é americana e tem uma oferta similar. As encomendas podem ser feitas no próprio site, ou através da rede de distribuidores presentes na Europa. Há ainda uma versão mais limitada nos padrões e por isso mais económica. O MiniMonkey tem apenas 8 led's e custa aproximadamente 38€ (para pioneiros)




Talvez seja um colorido presente de natal...

domingo, 4 de dezembro de 2011

Vídeo: Down(duro)Hill

As máquinas de Downhill como as conhecemos hoje, sofreram muitas transformações no passado.
Os testes de campo e outros em laboratório evoluiram as bicicletas em conforto, design e maneabilidade por forma a proporcionarem uma melhor performance.

As diferenças são visíveis se compararmos as filmagens de alguns anos com outras mais recentes.
Em Cap d'Ail em França (Nice) há cerca de vinte anos era assim:




Mais tarde e por terras Lusas, uma das mecas nacionais do downhill - o trail do filme "Ride Week".

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Divulgação: 6ª Maratona BTT - Oliveira do Hospital





• Mini MARATONA de BTT | 25Km | DF: Baixa DT: Baixa
• Meia MARATONA de BTT | 45Km | DF: Média DT: Média
• MARATONA de BTT | 65Km | DF: Média/Alta DT: Média

HORÁRIOS:
Secretariado: 07:30 > 08:30
Concentração: 09:00
Partida: 09:00 » ½ Maratona e Maratona
09:15 » Mini-Maratona


VALOR DA INSCRIÇÃO:


# Modalidade A | 20 Rodas »» Primeiras 100 inscrições PAGAS até 10 de Janeiro de 2012
-Participação na Maratona 65 Km, 45 Km ou 25 Km
-Apoio com água, fruta e barras energéticas nas 3 zonas de Assistência da Maratona
-Dorsal
-Seguro
-T-Shirt
-Banhos
-Almoço
-Jersey oficial da Maratona


# Modalidade B | 15 Rodas »» Inscrições PAGAS até 29 de Fevereiro de 2012
-Participação na Maratona 65 Km, 45 Km ou 25 Km
-Apoio com água, fruta e barras energéticas nas 3 zonas de Assistência da Maratona
-Dorsal
-Seguro
-T-Shrit
-Banhos
-Almoço


Mais info aqui

Babe'onBike : Cold is coming









Pois é, fim-de-semana. Prolongado para alguns, que aproveitaram o último feriado...
Esperemos que o pedal tenha sido companheiro. Se ainda não foi, estão a tempo!

Bos pedaladas!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Rescaldo: Invernal de BTT Cidade da Guarda 2011


EDIT: 5 Dez 2011
Podem ver aqui o canal vídeo dedicado á Invernal'11.
Vídeo da chegada adicionados ao fundo.


No passado Domingo 27 de Novembro, realizou-se na Guarda mais uma -  a 8ª edição - desta Invernal.
Incontornável no calendário do BTT, pôs á prova a resistência de mais de 4 centenas de participantes dos quatro cantos da península, que se deslocaram até á velha egitânea.

Este ano os btt'tistas puderam disfrutar de uma meteorologia mista com frio e nevoeiro outonais e com calores primaveris. A ânsia da neve é geral nesta prova, no entanto o famoso brinde branco que tem sido um dos cartões de visita desta prova acabou por ficar de fora. Foram os trilhos a dar a ultima palavra!